Programas de Pesquisa

A Faculdade incentiva a pesquisa através de concessão de auxílio para a execução de projetos científicos, concessão de bolsas especiais, formação de pessoal pós-graduado, promoção de eventos, intercâmbio com instituições congêneres e outros meios ao seu alcance.

Atualmente a Fagram conta com dois programas de pesquisa, o Programa de Iniciação Científica, destinado aos estudantes do curso de graduação, e o Programa de Incentivos Setoriais.

A participação nestes programas se dá através de editais. Os programas são normatizados e acompanhados pelo CICE (Comissão de Iniciação Científica e Ética), que é formado por docentes de diversas áreas de pesquisa da Instituição. As linhas de pesquisa da Fagram estão alinhadas com os objetivos institucionais e a missão da instituição, como foco no desenvolvimento integrado da atividade de investigação. Elas funcionam como referenciais gerais para construção, articulação e realização de projetos, auxiliando nas decisões sobre rumo e nas definições dos objetos de investigação no contexto local e regional.

O processo de indução da pesquisa visa à melhoria da qualidade do ensino possibilitado através de multiplicadores deste programa, levando à motivação dos alunos ao trabalho acadêmico. O novo modelo pedagógico em discussão na Instituição objetiva apresentar à sociedade as novas diretrizes para as varias áreas em que atuam, sendo a pesquisa um desses elementos. A orientação visa à realização de pesquisa aplicada e voltada para a solução de problemas do plano local ao nacional. Com este enfoque, entende-se que a sustentabilidade e a responsabilidade social deve governar as ações dos gestores a fim de garantir, nessas ações, a fonte de recursos para desenvolver um ensino de qualidade e a pesquisa pautada no desenvolvimento regional.

A FAGRAM desenvolve projetos de pesquisa com instituições públicas e privadas.

Programa de Iniciação Científica

Considerando que a iniciação científica é um instrumento básico de formação, a Fagram concebe a iniciação científica não como fim em si mesmo, mas, como método de aprendizagem, a ser apropriado pelos estudantes, buscando instrumentalizá-los para a metodologia de ensino/aprendizagem “aprender a aprender” ou mesmo para capacitá-los a viverem plenamente o conceito de educação continuada.

  • A IC como método de aprendizagem: A IC visa capacitar o estudante a utilizar-se das etapas do método científico na definição de problemas, na adequação dos protocolos de pesquisa, na identificação de métodos de superação de obstáculos, na busca de fontes de informações e na capacidade de trabalhar em equipe;
  • O exercício da divulgação dos resultados como capacitação para os métodos de produção científica. Se considerarmos que o artigo científico é o instrumento mais comum de comunicação de resultados para a comunidade acadêmica, torna-se indispensável capacitar orientadores e alunos na confecção de artigo que demonstre os procedimentos e resultados, a partir das normas estabelecidas por cada segmento da ciência para a comunicação entre seus pares.

Os resultados obtidos durante as atividades de pesquisa desenvolvidas no Programa de Iniciação Científica são divulgados anualmente na Semana Acadêmica da FAGRAM. Os trabalhos provenientes destas atividades e de outras pesquisas são publicados em co-autoria com os professores orientadores em anais de eventos científicos e/ou em revistas científicas editadas por outras entidades ou na Revista A Lavoura, da SNA, conforme o interesse dos autores.

Saiba como participar