Curso Superior de Tecnologia em Comércio Exterior

head-containers-05

0
Vagas Semestrais
0h
Carga Total
0h
Carga Mínima
Veja a Grade Currícular Completa

Observações

  • Os módulos podem ser cursados independentemente, embora se recomende uma seqüência linear, principalmente para os egressos do ensino médio. Os módulos devem ser realizados em prazo regular de cinco semestres letivos.

  • As disciplinas não apresentam pré-requisitos, porém estão dispostas de forma integrada, para aplicação prática e imediata, conforme matriz curricular proposta.
  • O discente pode optar por cumprir as disciplinas do quinto módulo (Módulo Final) concomitantemente às do quarto módulo (Módulo Profissional), desde que tenha apresentado desempenho excelente em todas as disciplinas já cursadas (C.R. ≥ 8,0).

Diplomas e Certificados

  • Além do diploma de Tecnólogo em Comércio Exterior, o aluno também obtém certificações de qualificação profissional com a conclusão dos módulos intermediários do currículo. Os certificados são equivalentes a cursos de Extensão Universitária, com atividade profissional classificada na CBO – Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).
  • A carga horária mínima para a obtenção do diploma de Tecnólogo em Comércio Exteriore é de 1.640 horas/aula (1.600h de disciplinas + 40h de TCC), equivalentes a 82 créditos. A carga horária total, incluindo o Estagio Supervisionado (150h) e as Atividades Complementares (60h) é de 1.850 horas.

Mercado de trabalho do Tecnólogo em Comércio Exterior

Perspectivas de inserção do profissional tanto no setor público como privado. Opções de carreira em indústrias, agroindústrias, empresas de importação e exportação, cooperativas, bancos, multinacionais, empresas de transporte, empresas aduaneiras e de câmbio, empresas de consultorias, assessoramento empresarial, empresas prestadoras de serviços ou editoras especializadas, etc.

  • Exercer funções gerenciais, como diagnosticar, planejar, gerenciar, executar e monitorar programas de comercialização internacional baseados na legislação em vigor, bem como elaborar e implantar políticas e programas de controle e atendimento de exigências de qualidade internacionais;
  • Supervisão de processos legais e documentais envolvidos nos trâmites de importação e exportação de aduanas, portos e aeroportos. Fechamentos de câmbio e custos envolvidos nos processos de logística;
  • Prospecção de mercados e definição de planos de ação;
  • Realização de operações legais, tributárias e cambiais para importações e exportações;
  • Realização de gestão estratégica dos fluxos de embarque e desembarque de produtos, identificando os melhores meios de transporte para otimizar os custos;
  • Atuação como trader, agente comercial de Importação e Exportação, podendo atuar também no mercado de consultoria e assessoria estratégica em Comércio Exterior, oferecendo soluções completas e sob medida para companhias de pequeno, médio e grande porte no Brasil e no exterior.